Vitaminas para Engravidar

Vitaminas para engravidar

Uma boa alimentação e a ingestão de vitaminas é fundamental em qualquer fase da vida, mas principalmente para aumentar as chances de engravidar. Isso porque a alimentação pode influenciar na fertilidade, ou seja, é um fator primordial para o sucesso desse processo.

 

Responsáveis por regular diversas funções do organismo, as vitaminas são substâncias extremamente importantes para a saúde. O corpo humano só produz naturalmente a vitamina D, as outras devem ser ingeridas.

 

Vitaminas: importância para a fertilidade

 

Uma das causas dos problemas de infertilidade é a baixa qualidade nutricional da alimentação. Por esse motivo, uma simples mudança nos hábitos alimentares pode ser o suficiente para realizar o sonho de ter um filho e uma gestação mais saudável.

 

As vitaminas para engravidar podem ser encontradas em suplementos e alimentos variados. No caso de suplementos, é importante buscar auxílio médico antes de começar a ingestão. Isso porque apenas um especialista pode indicar qual suplemento tomar, bem como a dosagem. Entretanto, é bastante recomendado que as vitaminas sejam incluídas na dieta para dar uma força para a fertilidade.

 

Somente a mulher deve consumir vitaminas para engravidar?

Vitaminas para fertilidade feminina

O homem também pode e deve mudar a sua alimentação e procurar consumir vitaminas, facilitando o processo de concepção. Isso porque existem vitaminas que ajudam a aumentar a quantidade e vitalidade dos espermatozoides. Ou seja, não é somente a mulher que deve fazê-lo. Uma boa alimentação que contenha todos os nutrientes necessários influencia no funcionamento de todos os processos do organismo, inclusive a fertilidade:

 

Vitaminas para fertilidade feminina

Ainda que algumas vitaminas ajudem principalmente durante a gestação, é importante que sejam consumidas a partir do momento em que se decide tentar uma gravidez. Para aumentar consideravelmente suas chances de engravidar, algumas das vitaminas que a mulher pode ingerir são:

 

Vitamina B

Para estimular a fertilidade e aumentar as chances de gravidez, existem diversos tipos de vitaminas pertencentes ao complexo B que são fundamentais. São elas:

 

Vitamina B6

Essa é uma vitamina hidrossolúvel, essencial para o funcionamento correto do organismo e para ajudar a fertilidade nas mulheres. Além disso, a vitamina B6 é um regulador hormonal que equilibra os níveis de progesterona. Dessa forma, também é fundamental para a gravidez, evitando abortos espontâneos e permitindo uma gestação mais tranquila. A vitamina B6 pode ser encontrada em carnes, laticínios e ovos.

 

Vitamina B9

Também conhecida por ácido fólico, a vitamina B9 é muito popular tanto para as mulheres que já estão grávidas, quanto para as que estão tentando. Isso porque, além de ajudar na formação do bebê, evitando malformações no sistema nervoso central, por exemplo. Acredita-se que também exerça um efeito positivo sobre a qualidade dos óvulos. Essa vitamina também já atua preparando o organismo para uma possível gestação. Algumas fontes da vitamina B9 são grãos integrais e os vegetais, como espinafre, brócolis e acelga.

 

Vitamina B12

A fertilidade feminina tem uma ligação direta com a saúde e o bem-estar do organismo. Por esse motivo, a vitamina B12 é essencial para combater a anemia e manter as células sanguíneas saudáveis. Essa vitamina ainda é muito importante para as mulheres que não conseguem identificar o período fértil ou não ovulam regularmente. A vitamina B12 pode ser encontrada em mariscos, queijos, fígado, ovos, salmão e caranguejo.

 

Vitamina C

Vitaminas

A vitamina C ajuda na manutenção de um sistema imunológico forte, com uma absorção maior do ferro no organismo. É um potente antioxidante, combatendo os radicais livres que podem levar a envelhecimento celular e danos ao DNA. A vitamina C estimula ainda produção de colágeno, sendo ótima para auxiliar na cicatrização. Além disso, participa da manutenção dos níveis de progesterona, fundamentais para uma gestação bem sucedida. Pimentão, couve, brócolis, frutas cítricas e outras, como acerola, caju e goiaba são algumas das fontes da vitamina C.

 

Zinco

O zinco auxilia o organismo feminino a fazer um uso mais eficiente do estrogênio, possibilitando o correto desenvolvimento do óvulo. A falta desse mineral no corpo das mulheres reduz a capacidade do óvulo fazer a divisão celular para ser fertilizado. O mineral pode ser encontrado nos frutos do mar, feijão, grão de bico, soja, carne vermelha e laticínios.

 

Ferro

Presente no espinafre e em carnes, o ferro ajuda na produção dos glóbulos vermelhos. Dessa forma, é importante para evitar a anemia e promover a adequada oxigenação dos órgãos, inclusive do aparelho reprodutor. Além disso, mulheres com anemia estão mais propensas a ter óvulos não saudáveis.

 

Selênio

O selênio contribui como um antioxidante, combatendo os radicais livres. Contudo, se combinado com a utilização de vitaminas, tem uma maior eficiência. Este é um mineral bastante encontrado na natureza. Ele é essencial, trazendo benefícios para o organismo de crianças e adolescentes. Em adultos, o selênio também é muito importante para a conservação de órgãos vitais, como o coração.

Este mineral pode ser encontrado em vários elementos, principalmente pães, frango, peixes, queijo, arroz e macarrão. Além, é claro, da castanha do Pará, que contém uma quantidade maior de selênio. Outras opções são amendoim, castanha de caju e nozes.

Quando se trata de fertilidade, o componente é bom tanto para mulheres quanto para homens. No organismo feminino, o selênio ajuda a combater os abortos recorrentes. Mulheres podem perder involuntariamente o bebê por conta de uma baixa significativa do mineral. Já para os homens, como o selênio contribui para melhorar a circulação, inclusive da bolsa escrotal. Isso faz com que os espermas ganhem força na hora da fecundação.

Além do selênio, outras vitaminas e minerais também podem contribuir para melhorar a fertilidade masculina:

 

 

Qual a melhor vitamina e nutriente para a fertilidade masculina?

Como dito anteriormente, homens com problemas de fertilidade também podem buscar adicionar vitaminas em sua dieta, como por exemplo:

 
 

Vitamina A

Essa é uma vitamina importante para a produção dos hormônios masculinos, como a testosterona. Assim, a deficiência da vitamina A pode alterar a morfologia e quantidade de espermatozoides, influenciando negativamente na fertilidade e qualidade do sêmen. A vitamina A pode ser encontrada em frutas, laticínios, verduras verde-escura, peixe e ovos.

 
 

Vitamina E

A vitamina E é um composto lipossolúvel que fortalece a produção e melhora a qualidade dos espermatozoides. Apresenta um potente efeito antioxidante que combate os radicais livres e o consequente envelhecimento celular e danos ao DNA. Além disso, ela promove a produção de gametas masculinos. Para ingerir essa vitamina, pode-se inserir na dieta óleo de girassol, espinafre, nozes, amêndoas, avelãs, amendoim e cereais integrais.

 
 

Ômega 3, 6 e 9

Sabe-se que o ômega 3 combate o estresse oxidativo e isso, a longo prazo, tem como resultado gametas com uma qualidade maior. Estas 3 substâncias melhoram a função do sistema imunológico e reduzem o envelhecimento celular, contribuindo, ainda, na melhora do perfil lipídico (níveis de colesterol e triglicerídeos). Peixes como salmão, atum e sardinha são ricas fontes de ômega 3. Ômega 6 e 9 podem ser encontrados em nozes, castanhas, azeite, óleo de milho e soja.
 
 

Potássio

Este é um sal mineral muito importante para o equilíbrio do pH, força muscular, atividade enzimática e o correto funcionamento do sistema cardiovascular e dos nervos. Ele ainda ajuda a manter os fluidos e eletrólitos no corpo equilibrados. Dessa forma, é um nutriente vital no sêmen. Algumas fontes de potássio são banana, abacate, beterraba, batata doce, molho de tomate, espinafre, aveia e outros.
 
 

Licopeno

O licopeno, que dá brilho e coloração vermelha para o tomate pode contribuir para a fertilidade masculina, aumentando a contagem de esperma em até 70%. Por ser antioxidante, este nutriente ainda diminui a produção de radicais livres. Ele também pode ser encontrado na melancia, goiaba vermelha e chá-verde.
 
 

Qual a vitamina da fertilidade?

Entre as vitaminas mais recomendadas para engravidar e também durante a gravidez, a mais famosa é:
 
 

Ácido Fólico (Vitamina B9)

Esta vitamina é muito popular tanto para as mulheres que já estão grávidas, quanto para as que estão tentando. Isso porque ajuda na formação do bebê, evitando malformações no sistema nervoso central, por exemplo. Acredita-se que também exerça um efeito positivo sobre a qualidade dos óvulos. A vitamina B9 também já atua preparando o organismo para uma possível gestação.

Algumas fontes da vitamina B9 são grãos integrais e os vegetais, como espinafre, brócolis e acelga. É importante também tomar suplementos de ácido fólico, uma vez que é difícil obter a quantidade necessária da vitamina apenas com a dieta. Assim, é recomendado começar a ingerir o ácido fólico 3 meses antes de tentar engravidar, além de ingerir durante a gestação, principalmente no primeiro trimestre.
 
 

Qual vitamina tomar para engravidar mais rápido?

A vitamina B9, como falado anteriormente, é muito importante para quem quer engravidar. Entretanto, é essencial passar em uma consulta para que o médico possa solicitar exames e analisar quais as deficiências de vitamina o seu organismo tem. Ele poderá fazer uma avaliação completa do casal e indicar remédios ou até mesmo:

 

Suplementos vitamínicos

Além da alimentação, casais que enfrentam dificuldades para engravidar devem buscar auxílio médico. O profissional especialista pode recomendar suplementos vitamínicos, a fim de suprir alguma deficiência de vitaminas pré existente. Esses suplementos não têm o objetivo de aumentar a fertilidade especificamente, mas sim corrigir tal deficiência e, possivelmente, melhorar o potencial reprodutivo do casal.

 

 

Dicas para engravidar

Além de melhorar a qualidade nutricional da alimentação, existem outras dicas para quem quer engravidar, como por exemplo:

 
 

Interrompa a contracepção

O primeiro passo para os casais que querem ter filhos é parando de utilizar os métodos contraceptivos, tais como preservativos, pílulas e injeções anticoncepcionais, DIU e outros. Em alguns casos, como das pílulas, o ciclo menstrual pode ficar irregular e demorar um tempo até estabilizar. Isso não impede que tentem engravidar imediatamente, mas existem mulheres que preferem esperar alguns meses para preparar o corpo e restabelecer os ciclos naturais.

 
 

Acompanhe seu ciclo menstrual

O período fértil acontece no meio do ciclo menstrual e dura cerca de 7 dias. Dessa forma, existem alguns dias por mês que a mulher pode engravidar. Ter relações sexuais no dia da ovulação ou 4 a 5 dias antes da liberação do óvulo aumenta as chances de concepção. Para identificar os melhores dias para engravidar, você pode anotar em um calendário os dias da menstruação, para poder fazer o cálculo exato. Existem alguns aplicativos para celular que inclusive facilitam esta etapa. Um teste de ovulação também pode ser realizado, para ajudar a identificar a duração do ciclo e a data da ovulação.

 
 

Interrompa maus hábitos

Existem alguns hábitos, inclusive alimentares, que podem comprometer a fertilidade, tanto masculina quanto feminina. É o caso, por exemplo, do consumo excessivo de cafeína, que dificulta a absorção de cálcio e ferro. Consequentemente, a capacidade fértil é prejudicada. Além disso, evitar fumo, álcool e drogas recreativas antes e durante a gravidez é essencial interromper estes maus hábitos para aumentar as chances de concepção.

 
 

Pratique esportes

A prática regular de atividades físicas ajuda a melhorar a circulação sanguínea e reduz o estresse e a ansiedade, além de ajudar no controle hormonal. Considerando que os hormônios têm uma função muito importante na liberação dos gametas femininos e masculinos, largar o sedentarismo e praticar algum esporte pode ser essencial para quem quer engravidar! O ideal é se exercitar pelo menos 30 minutos diariamente ou de 2 a 3 vezes na semana por 1 hora.

 
 

Procure auxílio médico para fazer um check-up

O casal deve procurar auxílio médico para avaliar a saúde. O médico poderá fazer perguntas para avaliar os hábitos e a saúde dos pacientes, bem solicitar exames. Caso houver necessidade, ele fará a prescrição de remédios, indicar suplementos, analisar a necessidade de interromper o uso de medicamentos e outros. A consulta médica é muito importante, pois é neste momento em que será possível identificar qualquer doença que possa alterar a evolução de uma futura gestação.

 
 

Identificar e tratar DSTs

Ao passar por uma avaliação médica, o profissional poderá solicitar exames para detectar infecções como:

  • Hepatite B;
  • HIV;
  • Sífilis;
  • Rubéola.

Tais doenças podem ser transmitidas para o bebê durante a gestação, por isso é necessário realizar os devidos exames para que, caso seja detectada, o tratamento correto seja feito. Isso tornará possível ter uma gestação saudável.

 
 

Atualizar a carteira de vacinação

As vacinas estimulam a produção de anticorpos no organismo é essencial para as mulheres que querem ter filhos, pois é a imunização contra doenças que podem afetar a gestação e o bebê. As mulheres que querem ter filhos, então, precisam estar em dia com o calendário de vacinação. Dessa forma, elas estarão protegidas de doenças importantes. Além disso, atualizar a carteira de vacinação ajuda a prevenir malformações fetais e até mesmo um aborto espontâneo, e imuniza passivamente o futuro bebê, por meio da transferência de anticorpos via transplacentária e pelo leite materno no período de amamentação.

 
 

Prestar atenção aos medicamentos

Alguns medicamentos de rotina podem afetar o sistema reprodutor ou até mesmo a formação de um feto. Por isso, é necessário avaliar com um especialista a interrupção dos mesmos, para conseguir engravidar.

 
 

Controlar as emoções

Se você está tentando engravidar, é muito importante cuidar das suas emoções e até mesmo aprender a controlá-las. Isso é essencial, porque a ansiedade e o estresse, assim como outras condições emocionais alteram o desempenho da glândula hipófise, é responsável por secretar hormônios importantes para a ovulação, como a prolactina e gonadotrofina.

 
 

Comer menos carboidratos

Para evitar alterações no pH vaginal, as mulheres que querem engravidar devem evitar, durante o período fértil, o consumo de carboidratos. Apesar de ser difícil cortar completamente este macronutriente, retirar a batata, o macarrão e o arroz dos pratos principais já é bastante importante. Pão integral e frutas, apesar de terem carboidratos, possuem nutrientes essenciais para a saúde das futuras mamães e seus bebês.

GINECOLOGIA E OBSTETRICIA em Clinica Viventre
CRM: 90.873

Formado pela Faculdade de Medicina da USP e com Residência Médica no Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas da USP, Dr. Sergio desempenhou papel importante como Médico Preceptor da Clínica Ginecológica do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas.
É Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e certificado pelo CETRUS – Centro de Treinamento em Ultrassonografia de São Paulo em Ultra-sonografia em Ginecologia e Obstetrícia e Ultrassonografia transvaginal.

Membro do American Society for Reproductive Medicine (ASRM) e do European Society of Human Reproduction and Embryology (ESHRE).
Especial área de interesse em imunologia reprodutiva e abortamento de repetição.

Especialidades:
TÍTULOS DE ESPECIALISTA
Ginecologia e Obstetrícia
Reprodução Humana
Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
ÁREAS DE INTERESSE
Aspectos imunológicos e genéticos do processo reprodutivo
Abortamento de Repetição
Preservação da Fertilidade
Dr. Sergio Gonçalves
Últimos posts por Dr. Sergio Gonçalves (exibir todos)

Venha nos visitar

Venha nos visitar

Localização:

R. Teixeira da Silva 54, 11º Andar | Bela Vista - São Paulo, SP A 100 metros do Metrô Brigadeiro

Segunda a sexta, das 08 às 19h, e Sábado das 8 às 12h .

Entre em Contato

Disponibilizamos canais exclusivos para atendimento de nossos clientes. Preencha o formulário, ou se preferir utilize outro canal de contato abaixo.

Tem alguma dúvida? Ligue para Nós!

Ligue para Nós 11 4750.2231

Envie um WhatsApp!

11 99738.3269

Clínica Viventre © 2020 - Todos os direitos reservados.

Criação de Site: Agência 3xceler
Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

Ligar