Espermograma: O que é e como é feito

Cuidar da saúde envolve ter atenção com o corpo inteiro. Entretanto, de forma geral, os homens ainda têm certa resistência e se esquivam quando o assunto é procurar um médico, independente de qual for a questão. Assim, eles deixam de ir em consultas e realizar exames importantes, como o espermograma.

Existem especialistas e exames que servem para verificar as estruturas do sistema reprodutor masculino em sua totalidade, além de auxiliar nos diagnósticos e nas opções de tratamentos. Por exemplo, no caso do espermograma, ele é um exame laboratorial que avalia a saúde da próstata e a qualidade dos espermatozoides produzidos.

O que é o espermograma?

O espermograma é um exame que serve para analisar a quantidade e qualidade do sêmen em uma amostra coletada pelo próprio paciente. Os parâmetros dessa qualidade são indicados pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Também chamado de “contagem espermática”, “análise de sêmen”, “estudo da morfologia espermática” ou ainda “análise do sêmen”, esse exame avalia a viscosidade, volume do esperma, pH, cor e liquefação do sêmen. Além, é claro, do número de espermatozoides e a mortalidade deles. Ou seja, o objetivo do espermograma é apontar dados sobre a saúde do sistema reprodutor masculino, bem como as condições da próstata.

Espermograma O que é e como é feito

 

Como o espermograma é feito?

O espermograma é um exame bastante simples. É recomendado que a coleta seja feita pela manhã, no próprio hospital ou laboratório. Contudo, em raros casos e quando autorizado pelo médico, pode ser feito no domicílio também. Independente de onde a coleta é feita, as únicas condições é que não pode utilizar nenhum lubrificante e a ejaculação deve ser feita diretamente no frasco fornecido.

Quando feito no laboratório ou no hospital, o paciente é conduzido para uma sala e orientado sobre como colher a amostra. Geralmente, essas salas contam estímulos visuais, como vídeos e revistas, a fim de auxiliar a excitação e masturbação.

Já quando feito em casa, a coleta também pode ser realizada pelo coito interrompido ou utilizando uma camisinha especial. Isso, entretanto, não é muito recomendado, pois pode interferir nos resultados. No máximo uma hora após colher a amostra, o frasco deve ser entregue ao laboratório. O material coletado é enviado para que os testes sejam conduzidos.

 

O que é analisado no espermograma?

Ao realizar o espermograma, a análise do sêmen ocorre em duas etapas. São elas:

  

Análise macroscópica

Essa análise é feita a olho nu e avalia alguns aspectos como:

  • Coloração;
  • Liquefação;
  • Volume;
  • Viscosidade;
  • pH.

 

Análise microscópica

Já essa etapa engloba a avaliação de alguns aspectos que só podem ser analisados com um microscópio, como:

  • Morfologia;
  • Motilidade;
  • Vitalidade;
  • Concentração por mL e total;
  • Concentração de leucócitos e de células redondas.

 

As duas etapas são extremamente importantes para analisar os espermatozoides que são produzidos, indicando a capacidade reprodutiva do paciente.

Recomendações importantes para a realização do espermograma

Quando esse exame é solicitado?

Em geral, o espermograma é solicitado por um urologista quando o casal está tendo problemas e dificuldades na hora de engravidar. Entretanto, médicos especializados em reprodução humana e endocrinologistas também podem pedir o exame. O espermograma é o principal exame pedido para analisar a fertilidade masculina. Além disso, é solicitado também quando existe algum sinal ou condição, seja física, imunológica ou genética que possa alterar o esperma e influenciar na fertilidade. A indicação do exame também serve para homens que se submeteram a uma vasectomia, ajudando a avaliar se a cirurgia foi bem sucedida. 

 

Recomendações importantes para a realização do espermograma

As orientações são repassadas sempre na hora de agendar o procedimento e devem ser seguidas para não causar nenhuma interferência no resultado. Entretanto, para a realização correta do exame, é fundamental seguir algumas recomendações como, por exemplo:

  • Abstinência sexual, evitando qualquer tipo de ejaculação, de dois a cinco dias antes da coleta;
  • Lavar as mãos e o órgão genital muito bem antes da coleta com água e sabão;
  • Não usar lubrificante ou saliva;
  • Fazer a coleta de todo o esperma ejaculado diretamente no frasco.

 

Fatores que podem alterar o resultado normal

Existem alguns fatores que podem interferir nos resultados do espermograma. Por exemplo:

Quantidade baixa de esperma: acontece principalmente por conta de uma técnica incorreta para coletar a amostra;

Temperatura de armazenamento incorreta: caso a amostra coletada fique armazenada em temperaturas muito frias ou quentes, pode prejudicar, respectivamente, a motilidade e a quantidade dos espermatozoides;

Exposição à radiação, químicos ou calor prolongado: influencia na produção de espermatozoides;

Estresse: dificulta o processo de coleta.

 

COMO LER O RESULTADO DO ESPERMOGRAMA

É sempre fundamental que os resultados de qualquer exame sejam levados para que o médico possa avaliá-los. Com o espermograma isso não é diferente, mas geralmente o que se tem é:

  • Volume: o valor de referência é igual ou superior a 1,5 ml
  • pH: o valor de referência é entre 7,2 e 8,0
  • Coloração: esbranquiçada ou levemente acinzentada opalescente;
  • Liquefação: o valor de referência é menor ou igual a 60 minutos;
  • Viscosidade: normal, atingindo uma média de 2 cm de altura;
  • Concentração por ml: o valor de referência é igual ou maior que 15 milhões de espermatozoides por ml de sêmen;
  • Número de espermatozoides: o valor de referência é igual ou maior que 39 milhões de espermatozoides por ejaculação;
  • Motilidade: o valor de referência é 32% ou mais de espermatozoides móveis progressivos e 40% ou mais de espermatozoides móveis totais;
  • Morfologia: o valor de referência é 4% ou mais com formas normais;
  • Vitalidade: o valor de referência é 58% ou mais formas vivas.

É importante lembrar, contudo, que o resultado de um espermograma não é definitivo. Ou seja, os valores do resultado podem estar alterados mesmo sem existir qualquer problema no esperma. Por esse motivo, em geral, são pedidos dois exames com um intervalo de 15 dias entre eles a fim de fazer um comparativo entre os resultados. Se houver diferença nos valores, um novo espermograma pode ser solicitado.

 

PRINCIPAIS ALTERAÇÕES QUE PODEM SER IDENTIFICADAS

Entre os principais problemas que o espermograma pode indicar estão:

  • Azoospermia: ausência de espermatozoides na amostra de esperma coletada;
  • Oligospermia: número de espermatozoides por mL inferior ao normal;
  • Astenospermia: valores de motilidade e vitalidade inferiores ao normal;
  • Teratospermia: alterações morfológicas dos espermatozoides;
  • Problemas na próstata: alterações na viscosidade e acidez do esperma;
  • Astenozoospermia: motilidade progressiva espermática abaixo de 32%;
  • Necrozoospermia: porcentagem de espermatozoides vivos abaixo de 58%;
  • Leucocitospermia: alta concentração de leucócitos na amostra seminal;
  • Teratozoospermia: espermatozóides com formato perfeito abaixo de 4%.

 

 

EXAMES COMPLEMENTARES

Dependendo do resultado do espermograma e da condição de saúde do paciente, o médico poderá solicitar outros exames como, por exemplo:

Fragmentação de DNA;

Espermograma sob magnificação;

Teste de carga viral;

FISH.

Quando é considerado infertilidade?

A infertilidade é considerada após 12 meses de tentativas frustradas de gravidez, durante as quais o casal fez sexo sem usar qualquer método contraceptivo . Atualmente, estima-se que a infertilidade afeta 10% a 20% dos casais em idade fértil, independentemente de sua origem étnica ou social.

 Em 30% dos casais que não conseguem engravidar, os homens são os únicos responsáveis ​​pela causa da infertilidade. Portanto, pode-se dizer que os problemas dos homens ocorrem em cerca de 50% dos casais inférteis. Como os problemas dos homens são tão comuns, a investigação adequada para saber se o homem é infértil é essencial. 

Em grande parte dos casos onde há problemas para engravidar, tanto o homem quanto a mulher são examinados, sendo o espermograma o exame mais pedido para os homens. Exames de imagem na bolsa escrotal como ultrassom também pode ser pedido para avaliar se há a existência de tumores ou hidrocele, por exemplo.

A confirmação da infertilidade masculina só é comprovada em casos de ausência completa de espermatozóides ou ausência completa de motilidade espermática. A interpretação dos valores dos principais parâmetros definidos pela OMS deve ser realizada com muito cuidado e diligência. 

Os valores de referência não representam a concentração média de esperma na população em geral ou os valores mínimos necessários para a gravidez espontânea. Além disso, pacientes com parâmetros espermáticos fora do intervalo de referência normal podem engravidar suas parceiras. Sendo assim, o exame de espermograma é um dos parâmetros, mas não o único.

GINECOLOGIA E OBSTETRICIA em Clinica Viventre
Formado pela faculdade de medicina da USP, fez residência em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clínicas da FMUSP, onde também foi médico preceptor da disciplina de Ginecologia.

É especialista em Reprodução Humana e médico colaborador do Centro de Reprodução Humana “Governador Mário Covas ” do HCFMUSP e faz parte da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) e da Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE).

Especialidades:
- Mioma e Infertilidade
- Endometriose e Infertilidade
- Fatores Tubários
- Fatores Uterinos
- Endocrinopatias e Infertilidade
- Síndrome dos ovários Policísticos
- Abortamento de Repetição
- FIV e Casais Homo afetivos
Dr. Pedro Peregrino

Venha nos visitar

Venha nos visitar

Localização:

R. Teixeira da Silva 54, 11º Andar | Bela Vista São Paulo, SP A 100 metros do Metrô Brigadeiro

Segunda a sexta, das 10 às 19h, e Sábado das 9 às 12h.

Entre em Contato

Disponibilizamos canais exclusivos para atendimento de nossos clientes. Preencha o formulário, ou se preferir utilize outro canal de contato abaixo.

Tem alguma dúvida? Ligue para Nós!

Ligue para Nós 11 4750.2231

Envie um WhatsApp!

11 99738.3269

Clínica Viventre © 2020 - Todos os direitos reservados.

Criação de Site: Agência 3xceler
Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

Ligar