É possível ter filhos após o diagnóstico de azoospermia?

A infertilidade conjugal é a ausência de gravidez espontânea após um período de um ano com relações sexuais frequentes e sem o uso de métodos contraceptivos. Segundo estudos, cerca de 40% dos casos estão associados a fatores masculinos.

 

Entre os fatores associados à infertilidade masculina, uma condição conhecida como azoospermia é uma das mais significativas. Trata-se da ausência de espermatozoides no sêmen ejaculado e pode ser classificada em obstrutiva e não obstrutiva.

 

Ainda hoje, a infertilidade masculina é considerada um tema tabu, cercado de mitos e dúvidas. No caso da azoospermia, por exemplo, é muito comum que os pacientes questionem se quem tem azoospermia não pode ter filhos e se é possível tratá-la

 

O que pode causar a azoospermia?

 

Antes de mais nada, para compreender quais são as causas da azoospermia é importante entender o funcionamento do sistema reprodutor masculino. Primeiramente, é necessário esclarecer que os espermatozoides também são conhecidos como gametas masculinos.

 

Os gametas masculinos são produzidos nos testículos e armazenados nos epidídimos, local onde amadurecem e ganham mais mobilidade. Quando ocorre a estimulação sexual, os gametas transitam pelo ducto deferente até a uretra com o esperma e, por fim, o semên é exteriorizado na ejaculação. 

 

A função do sêmen é carregar os espermatozóides e mantê-los vivos até que encontrem o óvulo para a fecundação. Desse modo, é possível dizer que a azoospermia pode ser causada por falha na produção, armazenamento ou passagem dos espermatozóides.

 

Azoospermia obstrutiva

 

A azoospermia obstrutiva é causada por problemas no transporte dos espermatozoides. Em geral, há algum bloqueio no sistema reprodutivo que impede a passagem dos espermatozóides do epidídimo pelo canal deferente até a uretra.

 

Causas da azoospermia obstrutiva

 

  • Vasectomia;
  • Fechamento dos canais deferentes causado por infecções genitais;
  • Doenças genéticas (fibrose cística, por exemplo);
  • Problemas estruturais (obstrução dos canais deferentes, por exemplo).

 

Azoospermia não obstrutiva

 

Por sua vez, na azoospermia não obstrutiva não existem bloqueios impedindo a passagem dos espermatozóides. Nesses casos, o problema está na produção dos gametas e pode ser causado por doenças que afetam os testículos, epidídimo ou problemas hormonais causados por alterações no sistema nervoso central.

 

Causas para a azoospermia não obstrutiva

 

  • Anomalias genéticas;
  • Infecções e tumores;
  • Traumas (pancadas, torções ou acidentes);
  • Radiação e medicamentos quimioterápicos;
  • Varicocele (dilatação das veias que drenam os testículos).

 

Como confirmar o diagnóstico?

 

A azoospermia não apresenta sintomas, tampouco está relacionada com impotência sexual. Por esse motivo, geralmente só é descoberta quando o casal não consegue engravidar e procura ajuda especializada para investigar as causas.

 

Em geral, o homem descobre a azoospermia ao fazer o espermograma que vem com ausência de espermatozoides. O exame consiste em avaliar a quantidade e a concentração de espermatozoides no sêmen, assim como sua morfologia e capacidade de movimentação.

 

O espermograma é um exame que não diferencia a origem do problema. Esse diagnóstico inicial deve ser confirmado com uma segunda amostra e, uma avaliação com urologista é essencial. 

 

É fundamental um exame físico completo e outros exames devem ser realizados em conjunto, como exames hormonais e genéticos, ultrassonografia dos testículos e/ou biópsia testicular.

 

Quem tem azoospermia pode ter filhos? Qual é o tratamento?

 

A ausência de gametas masculinos no sêmen acaba impossibilitando a fecundação. Sendo assim, é natural que os pacientes se questionem se é possível reverter a azoospermia e se o problema tem tratamento. E a resposta é sim. Embora tenha chances reduzidas,quem tem azoospermia pode ter filhos.

 

No caso da azoospermia não obstrutiva, pode ser que a condição seja revertida com terapia hormonal ou tratamento de varicocele. Por sua vez, o tratamento da azoospermia obstrutiva tem como objetivo reconstruir o caminho de passagem dos espermatozóides.

 

Para que isso seja possível, são realizados procedimentos como a reversão da vasectomia e a desobstrução urológica. Já em casos de azoospermia não obstrutiva, principalmente, outros procedimentos podem ser indicados, a depender da etiologia da azoospermia. 

 

  1. PESA: é o método de obtenção de espermatozoides a partir da aspiração da cabeça do epidídimo com uma agulha fina. São realizadas punções no epidídimo, até que seja obtida uma amostra suficiente de gametas.
  2. TESA: é a aspiração percutânea dos espermatozoides do testículo puncionado com uma agulha fina. 
  3. TESE: é a realização de múltiplas biópsias testiculares, que tem uma porcentagem maior de recuperação de espermatozóides.
  4. MicroTESE: com uso de microscópio, a biópsia testicular é dirigida para uma região com maior chance de encontrar espermatozoides. 

 

Em casos de azoospermia, são indicadas a Fertilização in Vitro (técnica de reprodução assistida em que os óvulos são fertilizados em laboratório) e, obrigatoriamente com ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozoides). 

 

Na ICSI, o embriologista injeta o espermatozóide diretamente no óvulo. Essa técnica aumenta as taxas de fertilização dos óvulos, em casos de fatores masculinos graves.

 

A escolha do tratamento mais adequado deve ser indicada pelo médico especialista em reprodução humana. Agende uma consulta e saiba mais sobre a azoospermia.

Dr. Sergio Gonçalves
Últimos posts por Dr. Sergio Gonçalves (exibir todos)

Venha nos visitar

Venha nos visitar

Localização:

R. Teixeira da Silva 54, 11º Andar | Bela Vista - São Paulo, SP A 100 metros do Metrô Brigadeiro

Segunda a sexta, das 08 às 19h, e Sábado das 8 às 12h .

Entre em Contato

Disponibilizamos canais exclusivos para atendimento de nossos clientes. Preencha o formulário, ou se preferir utilize outro canal de contato abaixo.

Tem alguma dúvida? Ligue para Nós!

Ligue para Nós 11 4750.2231

Envie um WhatsApp!

11 96439.9141

Clínica Viventre © 2020 - Todos os direitos reservados.

Criação de Site: Agência 3xceler
Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

Ligar